RELEMBRANDO

BAILES DE DEBUTANTES

Surgiram após a Revolução Francesa, na Europa antiga, tempo em que nobres famílias realizavam um grande baile social com intenções de atrair possíveis pretendentes para suas filhas moças. A tradição propagou-se aos outros continentes, pois as famílias fugindo da guerra migravam para colônias européias, como no caso do Brasil. 

 

 

Sucesso absoluto nos anos 50 no Brasil, o primeiro baile de debutantes na Recreio foi em 1963. Todos os acontecimentos que envolviam o baile ocupavam grandes espaços nas colunas sociais nos jornais de destaque em todo o país. Em todas as cidades, a Sociedade Recreio Gramadense sempre foi referência no Rio Grande do Sul. Meninas que moravam em outros municípios também debutavam aqui.

 

Para organizar a grande festa, a diretoria do clube entrava em contato com as famílias das meninas que completariam 15 anos no próximo ano e vendiam um pacote de atividades que envolviam o evento. Um calendário intenso de ações especiais para as adolescentes durante o ano promovia encontros que antecediam a grande noite, como jantares, almoços, cursos de etiqueta social e passeios. Tudo fazia parte do pacote que a família comprava, inclusive a mesa para o luxuoso e impecável jantar baile.

 

 

 

 

O estilo da decoração da festa, as músicas e as danças se adequavam ao período, mas precisavam agradar aos pais e filhos. Porém, a valsa, mistura de danças de camponesas austríacas e alemãs, era oficial nestas ocasiões. O ponto alto da festa acontecia quando as moças que eram aguardadas pelos pais surgiam para apresentação individual no salão com um vestido deslumbrante para dançar valsa com seu pai.

 

 

Por razões econômicas, na década de 80 o baile passou a ficar em segundo plano no desejo das meninas que optavam por viagens à Disney e debutar passou a ser considerado “fora de moda”, pela maioria delas. Neste mesmo período a Recreio precisava de reformas estruturais, o que mais tarde realmente aconteceu, fazendo com que, durante as obras, alguns bailes fossem realizados nos modernos centro de eventos dos principais hotéis da época.

 

Os bailes de debutantes tradicionais voltaram com força total e a cada ano se superam em criatividade e efeitos especiais. Mais de 300 meninas gramadenses e de fora, já desfilaram no salão do clube.  

O tempo passou, e a Recreio continua se aperfeiçoando na organização deste evento que exige tanto requinte. Em Gramado, na Serra Gaúcha, a Sociedade Recreio Gramadense realiza festas deslumbrantes com estilo, mantendo a tradição e a alegria das baladas modernas. 

 

 

 

 

  APOIO: